NOTÍCIAS

Turismo esportivo: audiência reconhece o grande potencial de Nova Iguaçu

11/05/2017

A Câmara Municipal de Nova Iguaçu reuniu, na noite de ontem (dia 10), autoridades, esportistas, empreendedores e representantes da sociedade civil para discutir um tema que é uma vocação natural da cidade, mas que ainda é pouco explorado: o turismo esportivo. Durante quatro horas, os participantes, quase 100 pessoas, puderam expor sua experiência e trocar conhecimentos sobre o assunto. No final do encontro, várias prioridades foram pontuadas. O objetivo é tornar a região uma referência nesse campo, não só a nível nacional, mas internacional também.

 Sebastian Pereira, gerente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), é iguaçuano e começou sua carreira esportista na cidade, como judoca. Já foi campeão mundial nas categorias juvenil, júnior e militar. “Penso que precisamos trabalhar o esporte integrado com a educação. Temos aqui um celeiro de locais expressivos para isso. Tenho muito orgulho do time Nova Iguaçu Futebol Clube. Minha proposta é que possamos traçar estratégias e ações para colocar nossa cidade no lugar de destaque que merece.

 O secretário municipal de Meio Ambiente, Turismo e Agricultura, Fernando Cid, um amante declarado do turismo esportivo, lembrou que o assunto remete não só a atividades esportivas, mas também econômicas. “Quem não conhece Nova Iguaçu pensa que aqui só existem criminalidade e violência, o que não é verdade. Quando investimos no setor, trazemos dinheiro para nossa economia”, afirmou.

 Entre as diversas atividades e locais que já são explorados, mas que podem ter seu potencial aumentado, Cid citou algumas: “O vulcanismo é um fenômeno maravilhoso daqui. O nosso fica dentro do Parque Municipal. Temos a Reserva Biológica do Tinguá, que no meu entendimento deveria ser transformada em um parque nacional, para que de forma responsável pudesse ter todas as suas belezas exploradas. Não podemos esquecer que a Reserva liga 4 municípios e que ali acontece o turismo de pesquisa: a PUC/RJ (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro) já tem um polo no local, onde seus alunos realizam pesquisas. No verão, a região recebe em média 35 mil pessoas por dia”.

 O secretário lembrou, ainda, das diversas trilhas que existem e que levam a lugares de uma paisagem fantástica, além de serem atividades que reúnem a família. Ele destacou que o Conselho Municipal de Turismo está sendo resgatado, e se mostrou feliz em saber que a atual administração da Câmara irá reviver um projeto de sua autoria, quando ocupava uma cadeira na Casa, o Mérito Esportivo. “Me recordo que nosso amigo Sebastian, hoje no COB, foi um dos primeiros a receber premiação do projeto, como revelação no judô em Nova Iguaçu.

 Daniel Martins, secretário municipal de Esportes, também judoca, colocou o órgão à disposição do desenvolvimento do turismo esportivo. “A reforma da nossa Vila Olímpica fica pronta até setembro deste ano. Mas, 13 modalidades continuam em funcionamento. Quero citar o trabalho desenvolvido por nosso mestre de judô, César Romeu. Seu tatame já exportou muitos campeões. Outra cria da cidade, Beatriz Porto, foi campeã de atletismo na Baixada, e hoje é campeã estadual pelo Vasco da Gama. Possuímos um manancial de grandes valores”, disse.

 Rafael Reina, profissional de educação física e coordenador do grupo Mobiliza, palestrou sobre os potenciais e iniciativas de Nova Iguaçu, entre elas a ‘Corrida Roberta Santana’, que já faz parte do calendário da cidade, projeto de autoria do vereador Juninho do Pneu, e que reúne milhares de pessoas, de diversos municípios. “Nosso ciclismo, muito utilizado na Serra do Vulcão, é conhecido em todo Brasil, sendo um dos 7 percursos mais difíceis do mundo. As corridas de ruas e trilhas de jipe também atraem muitas pessoas”, afirmou. Segundo ele, o importante é o desenvolvimento de ações que se tornem práticas, inovadoras e que sejam produtivas para a região:

 - Quem nunca ouviu falar do sucesso de nossa Praça do Skate, do futvôlei de areia, desenvolvido pelo reconhecido Carlão, e dos esportes radicais. Afonso Urbieta, instrutor de asa delta, é procurado por pessoas dos mais diferentes lugares – concluiu.

 A audiência foi conduzida pelo presidente da CMNI, vereador Juninho do Pneu. O presidente da Comissão de Esportes da CMNI, vereador Marcelo Lajes também fez parte da mesa. Os dois parlamentares, assim como os vereadores Alexandre da Padaria, Rogério Villanova e Paulinho da Padaria, colocaram o Poder Legislativo à disposição para iniciativas de políticas públicas. Uma exposição fotográfica, assinada por Kelly Oliveira, sobre as práticas esportivas realizadas no município fez parte do evento. O coordenador de hospedagem da rede de hotéis Mercure, Igor Luiz, colocou a empresa aberta ao diálogo para a promoção do turismo esportivo.

Audiência reúne autoridades



Autoridades se unem pelo turismo esportivo de Nova Iguaçu



Presidente Juninho do Pneu fala do apoio do Poder Legislativo ao turismo



Fotógrafa Kelli Oliveira: esporte e trabalho sempre juntos



Rafael Reine palestra sobre os potenciais iguaçuanos no turismo esportivo