NOTÍCIAS

Começa o segundo período legislativo em Nova Iguaçu

02/08/2017


Presidente Juninho do Pneu na condução da sessão plenária.

Com o término do recesso parlamentar, a Câmara Municipal de Nova Iguaçu realizou ontem (1) a primeira sessão plenária do segundo semestre de 2017. Fruto do trabalho dos vereadores durante o mês de julho, vários projetos de lei, decretos e moções foram lidos no expediente. Os projetos e decretos foram encaminhados à Comissão de Constituição e Justiça para receberem parecer.

Inovando, mais uma vez, nos quesitos transparência e modernidade, a nova gestão inaugurou um novo painel eletrônico, com tela vídeowall (que possibilidade a transmissão de qualquer vídeo), implantando o sistema de biometria e leitura da palma da mão para o registro da presença dos parlamentares e para votação.

 - Temos buscado estar sempre antenados com o que há de mais transparente, e ao mesmo tempo de simples entendimento para a população, em relação ao trabalho desempenhado pelo vereador. Este novo painel, pela fidelidade das informações apresentadas, é utilizado nos maiores aeroportos do mundo – explicou o presidente Juninho do Pneu. Em seu discurso de abertura, Juninho desejou sorte a todos os seus pares e à população, frisando que a luta para recolocar Nova Iguaçu na rota do crescimento continua.

 A instalação dos chips da Light nas residências e comércios da cidade, para medição de energia consumida, cuja Lei 4608/2016 proíbe, voltou a ser tema de discussão na tribuna. Os vereadores Carlinhos BNH e Fabinho Maringá sugeriram que a Casa faça solicitação ao Ministério Público para que a lei seja cumprida. "As reclamações em relação ao aumento da conta de luz após a implantação dos chips tem aumentado muito. O morador tem o direito de escolher se quer ou não este chip", disse BNH.