SÍMBOLOS

Brasão da Cidade


Instituído pelo Decreto nº 72, de 31 de março de 1970

Tem como base o escudo português, evidenciando a matriz cultural da nossa pátria. Sobre ele, a coroa murada de cinco torres representa a autonomia do município. Dentro do escudo e em torno dele, vários símbolos contam a história de Nova Iguaçu e se referem às atividades econômicas que animaram a cidade ontem e hoje. São eles: Estrelas – localizadas na parte superior do escudo, no retângulo azul. As cinco menores representam as antigas freguesias que compunham originalmente o território do município (Nossa Senhora da Piedade do Iguassu, Santo Antônio de Jacutinga, Nossa Senhora do Pilar, São João de Meriti, Nossa Senhora da Conceição de Marapicu). A estrela maior, que ocupa o campo reservado ao chefe, na heráldica portuguesa, representa a sede do município.


Roda dentada (à esquerda na parte central sobre fundo vermelho) - é símbolo de cidade industrial.

Caduceu (à direita na parte central, sobre fundo prata) – o bastão levado na mão do deus do Comércio (Mercúrio ou Hermes) na mitologia greco-romana, é símbolo de cidade comercial.

Faixa verde, serrilhada – simboliza a Serra do Mar, por onde passava a Estrada Real do Comércio (ela fez surgir o entreposto comercial que levaria, mais tarde, à criação do município).

Faixa azul, ondulada – representa o Rio Iguaçu

Números inscritos na faixa prata, ladeando o escudo: 1833 – ano da criação da Vila de Iguassu; 1891 – ano da elevação da vila à categoria de cidade.

Lírio (sobre um fundo azul oval, aplicado na muralha que compõe a parte superior do brasão) – representa a capela de Santo Antônio de Jacutinga, que foi transferida para Maxambomba, assim como a sede do município, e é hoje o santo padroeira da cidade.

Ramos – enlaçados nas pontas da faixa, às margens do escudo, representando as antigas riquezas agrícolas: cana-de-açúcar (início da colonização) e laranja (a grande riqueza à época da transformação da vila em cidade)

Cores – elas representam: ouro, a força; prata, a candura; bleu (azul), a serenidade; sinaple (verde), a abundância; e goles (vermelho), a intrepidez.



Bandeira de Nova Iguaçu



Instituída pela Lei nº 40, de 10 de Dezembro de 1975.

Criada de acordo com as regras e cânones da tradição heráldica portuguesa, é dividida em quatro partes iguais (quartéis) que alternam as cores blau (azul) e branco, na seqüência que se vê na ilustração. A composição em quartéis se refere à idéia da cruz, lembrando o espírito cristão dos colonizadores de Iguaçu.
O Brasão da cidade, ao centro, simboliza o Governo Municipal que se expande a todos os quadrantes do território.


Quanto às cores, o blau (azul) simboliza os valores da justiça, nobreza, perseverança, zelo e lealdade. O branco foi escolhido como símbolo de paz, amizade, trabalho, prosperidade, pureza e religiosidade.



Hino da Cidade

Instituído pelo Decreto-Lei nº 102 de 19/06/79

Letra de Pedro Navega

Música de Tereza Stella de Queiroz Pinheiro Lopes

Nova Iguaçu! Nova Iguaçu,
Terra linda e encantadora,
Desde os tempos de outrora,
Dos meus velhos ancestrais,
Tens uma história
Cheia de belezas mil,
O encanto fluminense
É orgulho do Brasil
A Maxambomba
Dos engenhos do passado,
Nova Iguaçu
Dos dourados laranjais.
Hoje feliz,
Com teu rico alvorecer,
Com teu progresso e beleza,
Fiz consulta à natureza
És grande desde o nascer.